Golpe dos Nudes: Homem perde R$ 18 mil após ser extorquido por estelionatária
Publicado em 16/08/2019

Trocar fotos íntimas pela internet virou um campo fértil para estelionatários. Nos últimos meses, homens procuraram a Polícia Civil para contar que foram vítimas do “golpe dos nudes”, em Torres (duas denúncias), Cachoeirinha (uma denúncia) e Portão (cinco denúncias).

De acordo com a Polícia Civil, todos os golpes seguiram o mesmo roteiro. O perfil de uma mulher jovem faz um convite de amizade em uma rede social. O homem aceita e as pessoas começam a trocar mensagens. Com o andamento da conversa, ambos enviam fotografias íntimas — as chamadas “nudes”.

Logo depois, o perfil falso afirma que a mulher interpretada é uma adolescente, de pouco mais de 15 anos. Quase que simultaneamente, um outro criminoso aparece se dizendo pai da menina e faz uma revelação: afirma ser um policial civil e promete denunciar o homem para as autoridades, a não ser que pague pelo silêncio.

No caso mais recente, no início de agosto, em Torres, o falso agente solicitou o valor de R$ 11,6 mil para não denunciar o caso às autoridades. A vítima procurou um advogado e, juntos, foram até a delegacia da cidade. 

Já em Cachoeirinha, no mês passado, o crime deu certo para os bandidos. Um homem casado envolveu-se em uma troca de mensagens com o estelionatário, primeiro pelo Facebook, depois no WhatsApp. O homem chegou a enviar uma foto sua despida, o que foi a arma usada pelo criminoso para chantageá-lo. Ele acabou fazendo três depósitos, que somaram aproximadamente R$ 20 mil, em contas dos criminosos.

Após ser vítima, o homem, acompanhado de um advogado, procurou a Polícia Civil de Cachoeirinha.

Para ler a notícia completa acesse Gaucha ZH.ClicRBS



Postado por: Ademir Hanzen-Panorama FM
Fotos: IlustraçãoGabriel Renner / Agência RBS